domingo, 26 de julho de 2009

O Falso Bicentenário de Porto Alegre

Em 1939 houve uma pesquisa do Instituto Histórico e Geográfico do Estado que revelou um documento para o então prefeito José Loureiro da Silva. Era uma carta de doação de terras de uma sesmaria a beira do Guaíba para Jerônimo de Ornellas, local onde iniciaria Porto Alegre. O documento era datado de 05 de novembro de 1740.

***

Com a descoberta, Loureiro da Silva preparou grandes festejos para que em 1940 fosse comemorado o bicentenário da cidade. Com intuito de promover suas obras ele acabou montado desfiles grandiosos pelas ruas do Centro. O prefeito queria demonstrar a ligação dele com o fundador da cidade: Jerônimo de Ornellas. Tanto que na prefeitura antiga (Paço dos Açorianos) existe uma placa comemorativa em que aparecem os dois.

Imagem da Borges de Medeiros com desfile de alunos. Foto de João Alberto Fonseca da Silva.


***

No ano de 1971 um documento acabou com a antiga festa de Loureiro. Nele Porto Alegre era elevada para à categoria de freguesia em 26 de março de 1772. A definição foi aprovada pela câmara de vereadores e o novo bicentenário foi comemorado em 1972.

Fonte: Zero Hora de 26 de Março de 2009. Fl. 4.

Imagem da placa comemorativa do antigo bicentenário da cidade.



UPDATE (30/07/2010): Post sobre a origem a efígie.