quarta-feira, 9 de dezembro de 2009

Os Nascimentos de Olímpico e Beira-Rio

Porto Alegre é uma das capitais do mundo em que a rivalidade futebolística é fortíssima. Tudo isso começou em estádios pequenos como o dos Eucaliptos e a Baixada. Esses foram substituídos pelo Beira-Rio e o Olímpico. Com o advento da copa de 2014 estão previstas mudanças para os campos dos dois times. Mas como eram esses atuais lugares antigamente?


Olímpico

O estádio do Grêmio demorou para ser concluído. Sua inauguração em 19 de setembro de 1954, contava apenas com uma parte do anel superior, como consta na foto:
O anel superior só viria a ser concluído na metade de 1980. Nessa época é que sua nomenclatura passa de Estádio Olímpico para Estádio Olímpico Monumental. 

Beira-Rio

O Beira-Rio foi construído literalmente em cima da água. A área do estádio foi totalmente aterrada. Em 12 de stetembro de 1956, o vereador Ephraim Pinheiro Cabral (que já tinha sido presidente do clube), apresentou um projeto de doação de um terreno que seria posteriormente aterrado. Sua construção é iniciada somente em 1959.
O ponto mais interessante disso tudo é essa imagem do estádio realmente na beirada do rio. Após alguns anos o restante é aterado sendo criada a Avenida Edvaldo Pereira Paiva (Av. Beira-Rio).
Diferença mostrada pelo Google Maps.
Interessante registro da "praia" do aterro ao lado do estádio.

Imagens e pesquisas:

www.gremio.net

www.internacional.com.br

www.zerohora.com

segunda-feira, 7 de dezembro de 2009

DetalhesPOA: [Restaurando] Escola de Engenharia da UFRGS


Construção executada nos períodos de 1898 a 1900 de projeto feito pelo histórico engenheiro João José Pereira Parobé.

terça-feira, 1 de dezembro de 2009

Jornal do Centro Histórico

Saiu a edição zero de um jornal sobre o Centro Histórico de Porto Alegre. Ele tem distribuição gratuita e foi encontrado no Centro Cultural Mário Quintana. Uma atitude totalmente louvável para quem gosta do Centro.



sexta-feira, 20 de novembro de 2009

Festival do Centro Histórico de POA de 19 a 29 de Novembro

Bela inciativa dos Amigos do Centro Histórico. Foi organizado um grande festival para promover as maravilhas da zona central. A programação pode ser encontrada no seguinte link: http://migre.me/c4xE

São diversas atividades em uma semana. Podemos destacar algumas em especial com foco na arquitetura e história da cidade:

21/11 Sábado:

12h30 às 16h30 – Matiné de Cinema Recreio Ideal - Histórias do Centro Histórico 21 filmes, do Núcleo de Especiais da RBS TV,  no Centro Cultural CEEE Erico Verissimo. (Essa sequência de filmes vai ser repetida em outros dias da semana).

17h - Palestra “Monumentos de POA” - Denise Pacheco no Santander Cultural

19h Cine Santander Cultural

“A cidade e o tempo” -  Antonio Carlos Textor

Porto Alegre meu canto no mundo” - Cícero Aragon e Jaime Lerner


22/11 - Domingo

10h – 18h - Castelinho do Alto da Bronze com extensa programação interna.

24/11 - Terça

19h – Centro Histórico e Preservação da Memória – Solar Conde de Porto Alegre – IAB/RS

25/11 - Quarta

19h - Caminhada Noturna pelo Centro Histórico - Saída do Instituto Cultural Brasileiro Norte Americano, desce a Rua Gal. Câmara (Ladeira) até a  Praça da Alfândega, passando em frente de todos os Centros Culturais: Clube do Comércio, Santander Cultural, Memorial  RS, MARGS, Casa de Cultura Mário Quintana, entrando na Igreja das Dores, finalizando com visitação ao Museu da Brigada e apresentação da Banda da Brigada.

27/11 - Sexta

13h – Passeio no Mercado Público. Ponto de encontro: Restaurante Gambrinus.

17h – Palestra “POA, berço da tradição ” - José Machado Leal no Mercado Público, sala 10.

28/11 - Sábado

10h – “Viva o Centro à Pé” no Caminho dos Antiquários, finalizando com breve Recital de Isabela Fogaça e Geraldo Flach, na Catedral Metropolitana.

14h  - Os Caminhos da Matriz

  14h– Visitação ao Memorial do Ministério Público do RS;

  14h45 – Visitação ao Museu Julio de Castilhos;

  15h30 – Visitação ao Palácio Piratini;

  16h15 – Visitação ao Solar dos Câmara;

  17h – Visitação ao Memorial do Judiciário do RS.

  17h45 - Apresentação Musical do Coral do Banrisul

Em caso de chuva o evento será cancelado.

29/11 - Domingo

14h – 19h15h  - Grande encerramento na Usina Polifônica


Lembrando que esses destaques não são a metade de toda a programação. Programe-se e aprenda a gostar do Centro Histórico.


Blog do AMICH: http://centrohistoricodeportoalegre.blogspot.com/



sexta-feira, 23 de outubro de 2009

DetalhesPOA: Biblioteca Pública


Na parte superior os bustos de Descartes(esquerda) e Frederico II (direita). Eles fazem parte do calendário positivista. Esse prédio está atualmente em recuperação de toda essa faixada.

domingo, 26 de julho de 2009

O Falso Bicentenário de Porto Alegre

Em 1939 houve uma pesquisa do Instituto Histórico e Geográfico do Estado que revelou um documento para o então prefeito José Loureiro da Silva. Era uma carta de doação de terras de uma sesmaria a beira do Guaíba para Jerônimo de Ornellas, local onde iniciaria Porto Alegre. O documento era datado de 05 de novembro de 1740.

***

Com a descoberta, Loureiro da Silva preparou grandes festejos para que em 1940 fosse comemorado o bicentenário da cidade. Com intuito de promover suas obras ele acabou montado desfiles grandiosos pelas ruas do Centro. O prefeito queria demonstrar a ligação dele com o fundador da cidade: Jerônimo de Ornellas. Tanto que na prefeitura antiga (Paço dos Açorianos) existe uma placa comemorativa em que aparecem os dois.

Imagem da Borges de Medeiros com desfile de alunos. Foto de João Alberto Fonseca da Silva.


***

No ano de 1971 um documento acabou com a antiga festa de Loureiro. Nele Porto Alegre era elevada para à categoria de freguesia em 26 de março de 1772. A definição foi aprovada pela câmara de vereadores e o novo bicentenário foi comemorado em 1972.

Fonte: Zero Hora de 26 de Março de 2009. Fl. 4.

Imagem da placa comemorativa do antigo bicentenário da cidade.



UPDATE (30/07/2010): Post sobre a origem a efígie.

quinta-feira, 25 de junho de 2009

DetalhesPOA: Bode da Antiga Bopp

Em todo o prédio da antiga Cervejaria Bopp (atual Shopping Total) existem essas esculturas de bodes. O bode significa o libido e a fecundidade. Mas também pode ser uma referência sobre a cerveja do tipo Bock (bode).

terça-feira, 23 de junho de 2009

DetalhesPOA: Tigre do Banco Central

Na sede do Banco Central em Porto Alegre, existem dois tigres guardiões, um de cada lado do topo do prédio.

sexta-feira, 19 de junho de 2009

DetalhesPOA: Cúpula da Igreja da Matriz

A igreja da Matriz tem um gigantismo muito interessante, ela foi projetada para acompanhar o "crescimento" do Palácio Piratini.

terça-feira, 16 de junho de 2009

DetalhesPOA: Anjos Guardiões do Piratini

Belíssima escultura de anjos que carregam o escudo do Estado do Rio Grande do Sul. Encontra-se na parte superior do Palácio do Piratini (sede do governo gaúcho). Essa parte central passa uma sensação de titanismo muito interessante.

segunda-feira, 15 de junho de 2009

DetalhesPOA: Antiga Casa Victor

Parte superior do belo prédio da Casa Victor na Rua da Praia (atualmente é uma loja das Paulinas).

domingo, 14 de junho de 2009

DetalhesPOA: Capitel do MARGS

Achei muito interessante o detalhe do soldado no meio do capitel. Sem contar que é um belo exemplo Jônico.

domingo, 10 de maio de 2009

A História dos Arcos da Igreja Nossa Senhora da Conceição



Uma das igrejas mais antigas da cidade (fundada em 1851)  a Nossa Senhora da Conceição tem uma curiosa história sobre o início de suas instalações.
***
Em recente reforma do subsolo, acabou sendo criado um pequeno salão de festas para a comunidade em um local que há anos estava desativado. Lá existem quatro arcos, dois são originais (1848) e os outros foram restaurados em 1970. Os devotos de Nossa Senhora da Conceição traziam pedras para ajudar na construção da igreja. As estruturas foram criadas com esses materiais que tinham diversas formas e tamanhos e eram unidos por barro.

Pedras diferentes e o tom amarelado do barro.


Durante a construçao do túnel da Conceição houve um desmoronamento de dois arcos. Eles foram reconstruídos com cimento.


sábado, 25 de abril de 2009

A História Guardada nas Escadarias da Igreja Nossa Senhora das Dores





A igreja Nossa Senhora das Dores é um símbolo da cidade. Sua altura imponente e suas lendas urbanas são marcantes na capital. Sendo ela um grande mar de detalhes e curiosidades, vamos analisar um pouco uma atividade recente que lá acontece.
***
O projeto Monumenta está restaurando o local e abaixo de sua grande escadaria está sendo feito uma escavação. Para quem não sabe: na época da construção do templo, o subsolo das escadas seria destinado para sepultura de membros da igreja. O local nunca foi usado para esse fim e acabou sendo inutilizado e fechado.
***
Nas escavações foram encontrados diversos itens como louças e outros fragmentos que são dos séculos 18 e 19. O estudo da área é de grande importância para uma pesquisa mais detalhada sobre a vida na capital nessa época, afinal, o local está no coração do desenvolvimento populacional.

FONTE: Correio do Povo de 11/03/2009; Foto de Eduardo Seidl


As cores das escadas

Pouca gente sabe, mas a pintura na escadaria na igreja é para representar a bandeira do Rio Grande do Sul. Infelizmente o tom verde ficou escuro e perdeu sua característica.



segunda-feira, 30 de março de 2009

Castelinho do Alto da Bronze

No centro de Porto Alegre existe um castelo perdido. Encontra-se no cruzamento da rua Fernando Machado com a Vasco Alves. Na semana de aniversário da cidade foi feita uma visita ao lugar, o evento foi organizado pela Bonete Tur.
***
Um pouco sobre a história da criação do lugar:
Ele foi construído em 1948 a pedido do famoso político Carlos Eurico Gomes para viver com sua amante. Ele era na época do PSD e casado com Ruth Caldas(irmã do diretor do jornal Correio do povo). A traição foi descoberta e ele separou-se de Ruth para morar com a jovem 22 anos mais nova. Para a época isso foi um escândalo.
Eurico e sua amante foram morar juntos no castelinho durante 4 anos. Ele era extremamente ciumento, reza a lenda que ela ficava no terceiro andar sem poder descer durante alguma reunião política. Depois de alguns anos ela teria fugido do castelo depois de uma suposta ameaça de morte.
***
O prédio é baseado em arquitetura medieval e possue janelas em estilo gótico.
***
Nesse dia foi a primeira vez que os proprietários permitiram visitas no interior do castelo. Ele é bem pequeno por dentro com escadas estreitas. Possue um terraço igualmente diminuto e com uma boa vista para a descida da Vasco Alves. Segundo a dona, o lugar ainda não tem destino certo, uma das idéias do casal é transformá-lo em uma fábrica de doces.